Métodos Aplicados

  Vídeos   Facebook da Trovisca

AMINOÁCIDOS ESSENCIAIS: A SUA IMPORTÂNCIA NO NOSSO CORPO

13-06-2020

 

 

 

O Que São Aminoácidos Essenciais?

 

 

Os Aminoácidos, também conhecidos como os ´tijolos´ das proteínas, são compostos que têm papeis bastante importantes no nosso corpo. Eles são necessários para processos vitais, como a produção de proteínas e a síntese de hormonas e neurotransmissores.

 


Alguns deles podem ser tomados em suplemento, como uma forma natural de aumentar a performance atlética e melhorar o humor.

 


Eles são caracterizados como essenciais, condicionalmente essenciais ou não-essenciais, dependendo de vários fatores.

 


Este artigo irá dizer-lhe tudo o que necessita saber acerca dos aminoácidos essenciais; como funcionam, possíveis fontes alimentares e os benefícios da sua suplementação.

 


Os aminoácidos são compostos orgânicos, compostos por nitrogénio, carbono, hidrogénio e oxigénio, junto com uma variável cadeia de outros compostos.

 


O seu corpo necessidade de 20 aminoácidos diferentes para que cresça e funcione corretamente. Apesar de todos os 20 serem importantes para a sua saúde, apenas 9 são classificados como essenciais.

 


Estes são a histidina, ísoleucina, leucina, lisina, metionina, fenilalanina, treonina, triptofano e valina. Ao contrário dos aminoácidos não essenciais, os aminoácidos essenciais não podem ser produzidos pelo corpo, e é necessário obtê-los através da dieta.

 


As melhores fontes de aminoácidos essenciais são as proteínas animais, tais como a carne, ovos e as carnes de aves.

 


Quando você consome proteína, ela é quebrada em aminoácidos, que são depois utilizados para auxiliar o corpo em vários processos tais como o crescimento de músculo e a regulação da função imunitária.

 


Aminoácidos Condicionalmente Essenciais

 


Existem vários aminoácidos não-essenciais que são classificados como condicionalmente essenciais. Estes são considerados essenciais apenas sob circunstâncias específicas, tais como casos de doença ou stress.

 


Por exemplo, embora a arginina seja considerada não-essencial, o seu corpo poderá não ter este aminoácido em quantidades suficientes quando luta contra uma doença tal como o cancro.

 

 


Sumário: Os nove aminoácidos essenciais não podem ser produzidos pelo corpo e devem ser obtidos através da dieta. Os aminoácidos condicionalmente essenciais são necessários apenas sob circunstâncias especiais, tais como em caso de doença.


 

 

Como Atuam no Corpo?

 


Os nove aminoácidos essenciais realizam um grande número de de tarefas importantes no organismo:

 


1. Fenilalanina - A fenilalanina é o percursor dos neurotransmissores tirosina, dopamina, epinefrina e norepinefrina. Ele tem um papel importante na estrutura e função de proteínas e enzimas, assim como na produção de outros aminoácidos.

 


2. Valina - A valina é um dos três aminoácidos de cadeia ramificada. A valina auxilia a estimulação do crescimento e regeneração muscular e também tem um papel importante na produção de energia.

 


3. Terosina - A terosina é a parte principal das proteínas estruturais, tais como o colageno e a elastina, que são componentes importantes da pele e do tecido conjuntivo. Também tem um papel importante no metabolismo da gordura e na função imunitária.

 


4. Triptofano - Apesar de ser reconhecido por causar sonolência, o triptofano tem muitas outras funções. É necessário para manter o devido equilíbrio de nitrogénio e é um percursos da serotonina, o neurotransmissor que regula o apetite, sono e humor.

 


5. Metionina - A metionina tem um papel importante no metabolismo e desintoxicação. É também necessária para o crescimento dos tecidos e para a absorção do zinco e selénio, minerais de grande importância para a saúde.

 


6. Leucina - Tal como a valina, a leucina é um aminoácido de cadeia ramificada que é critico na síntese de proteínas e reparação muscular. Também ajuda a regular os níveis de açúcar no sangue, estimula a cicatrização e produz hormonas de crescimento.

 


7. Ísoleucina - O ultimo dos três aminoácidos de cadeia ramificada, a ísoleucina encontra-se envolvida no metabolismo muscular e encontra-se concentrada no tecido muscular. É também importante para a função imunitária, para a produção de hemoglobina e na regulação da energia.

 


8. Lisina - A lisina tem dos papeis mais importantes na síntese proteica, na produção hormonal e enzimática e na absorção do cálcio. É também muito importante na produção de energia, na função imunitária e na produção de colageno e elastina.

 


9. Histidina - A histidina é utilizada para produzir histamina, um neurotransmissor vital para a resposta imunitária, digestão, função sexual e para os ciclos do sono. É extremamente necessária para manter a bainha da mielina, a barreira protetora que rodeia as células nervosas.

 


Tal como pode ver, os aminoácidos essenciais encontram-se no núcleo de muitos processos vitais à saúde humana.

 


Apesar dos aminoácidos serem mais reconhecidos pelo seu papel no desenvolvimento e reparação muscular, o corpo depende deles para muito mais. Por isso, deficiências de aminoácidos essenciais podem causar impactos negativos em todo o corpo, incluindo no sistema nervoso, reprodutivo, imunitário e digestivo.

 

 


Sumário: Todos os nove aminoácidos realizam várias tarefas no seu corpo. Eles estão envolvidos em processos tais como crescimento de tecidos, produção de energia, função imunitária e absorção de nutrientes.

 


Apesar dos aminoácidos se encontrarem em vários tipos de alimentos, a toma de doses concentradas em forma de suplemento está ligada a imensos benefícios.

 

 

 

 Os Benefícios da Suplementação de Aminoácidos

 


Pode Ajudar a Melhorar o Humor e o Sono - O Triptofano é necessário para a produção de serotonina, um químico que atua como um neurotransmissor no seu corpo. A serotonina é essencial para regular o humor, sono e comportamentos.

 


Os baixos níveis de serotonina estão ligados a comportamentos depressivos e distúrbios de sono.

 

 


Pode Melhorar a Performance Física - Os três aminoácidos de cadeia ramificada são frequentemente utilizados no alívio da fadiga, na melhoria da performance atlética e na estimulação da recuperação dos músculos após exercício físico.

 

 


Pode Prevenir a Perda Muscular - A perda muscular é um efeito colateral comum de pessoas com doenças prolongadas ou que necessitam ficar de cama durante muito tempo, especialmente em adultos mais velhos.

 


Os aminoácidos essenciais já mostraram ser bastante eficazes na prevenção da perda muscular e na preservação da massa corporal.

 

 


Pode Promover a Perda de Peso - Alguns estudos em humanos e animais demonstraram que os aminoácidos de cadeia ramificada podem ser muito eficazes na estimulação de perda de gordura.

 

 


Sumário: Suplementar alguns aminoácidos essenciais pode ajudar na melhoria do humor, aumentar a capacidade e performance física, prevenir a perda muscular e promover a perda de peso.

 

 

 

Fontes de Aminoácidos

 


Uma vez que o corpo não é capaz de produzir os aminoácidos essenciais, eles necessitam ser ingeridos através da comida. Felizmente, muitos alimentos são ricos em aminoácidos, tornando-se assim muito fácil de alcançar as necessidade diárias.

 


Estes alimentos que contêm os nove aminoácidos essenciais são referenciados como "proteínas completas", e são:

 


- Carne vermelha
- Frutos do mar
- Carnes de aves
- Ovos
- Produtos lácteos

 


A soja, quinoa e o trigo sarraceno são alimentos não animais que contêm todos os novel aminoácidos essenciais, fazendo com que sejam também considerados proteínas completas.

 


Outras fontes vegetais de proteínas como o feijão e nozes são considerados incompletos, porque têm em falta um ou mais dos aminoácidos essenciais.


fonte: Adaptado de: Mercola.com e Healthline.com

voltar
NEWSLETTER  l  POLÍTICA DE PRIVACIDADE Copyright @ 2013 INOVAnet,lda. Todos os direitos reservados.